domingo, 1 de abril de 2018

Orai e Vigiai


Acreditar e Agir (reflexão)


Jesus veio

Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens.
Paulo. (FILIPENSES, 2: 7.) 

Muitos discípulos falam de extremas dificuldades por estabelecer boas obras nos serviços de confraternização evangélica, alegando o estado infeliz de ignorância em que se compraz imensa percentagem de criaturas da Terra. Entretanto, tais reclamações não são justas. Para executar sua divina missão de amor, Jesus não contou com a colaboração imediata de Espíritos aperfeiçoados e compreensivos e, sim, "aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens". Não podíamos ir ter com o Salvador, em sua posição sublime; todavia, o Mestre veio até nós, apagando temporariamente a sua auréola de luz, de maneira a beneficiar-nos sem traços de sensacionalismo. O exemplo de Jesus, nesse particular, representa lição demasiado profunda. Ninguém alegue conquistas intelectuais ou sentimentais como razão para desentendimento com os irmãos da Terra. Homem algum dos que passaram pelo orbe alcançou as culminâncias do Cristo. No entanto, vemo-lo à mesa dos pecadores, dirigindo-se fraternalmente a meretrizes, ministrando seu derradeiro testemunho entre ladrões. 
Se teu próximo não pode alçar-se ao plano espiritual em que te encontras, podes ir ao encontro dele, para o bom serviço da fraternidade e da iluminação, sem aparatos que lhe ofendam a inferioridade. Recorda a demonstração do Mestre Divino. Para vir a nós, aniquilou a si próprio, ingressando no mundo como filho sem berço e ausentando-se do trabalho glorioso, como servo crucificado. 

Pelo Espírito EMMANUEL 
Psicografia Francisco Cândido Xavier

Tudo que não é eterno...


Porque eu não consigo mudar (palestra)


Velhice

A vida, para desenvolver-se, exige energia. 
 O envelhecimento, resultado do desgaste energético, é fenômeno natural. Irreversível, a idade conquista espaço no organismo humano, combalindo-lhe as forças e conduzindo-o à desencarnação. 
 Apesar da importância de serem preservados a juventude interior, o entusiasmo pela vida, as ocasiões de prosseguir servindo e iluminando-se, isto não descarta o fenômeno de velhice. 
 Cada minuto que passa, adiciona consumo à máquina orgânica impondo-te sisudeza, maturidade, consciência responsável. 
 A velhice é quadra abençoada da existência planetária, que nem todos têm oportunidade de alcançar. Repositório de experiências, é campo de sabedoria a serviço da vida. Respirando e agindo, estás envelhecendo. Pensa nisso. 
 Vive, desse modo, programando a tua terceira idade, jovialmente, a fim de não seres colhido pela amargura e o dissabor, quando as forças se te apresentarem diminuídas, portanto, em decadência. 
 O pior da velhice é a forma refratária com que muitos a consideram, ingratamente. 

 Pelo Espírito JOANNA DE ÂNGELIS 
Psicografia: Divaldo Pereira Franco

sexta-feira, 30 de março de 2018

Verificamos que...


A tristeza da mágoa e a alegria do perdão (palestra)


Morte

Tudo que nasce, vive, morre e se transforma. 
 O corpo se organiza, tem o seu ciclo vital, desagrega-se e modifica as moléculas que o constituem, mediante o fenômeno da morte. 
 A morte é, portanto, acontecimento biológico, inevitável, para todas as formas vivas na Terra. Considera a fragilidade orgânica na qual te movimentas, e, ao cair do dia, antes do repouso no lar, pensa na possibilidade de a perderes mediante a transformação pela morte. 
 O sono é uma quase desencarnação, e ninguém tem segurança se despertará na aparelhagem física no dia seguinte... 
 Faze uma avaliação do teu dia, busca retificar o em que te enganaste, reprograma as tuas atividades e vive com a retidão que caracteriza aquele que dispõe de pouco tempo, confiando no prosseguimento da vida após o transe. 
 Desenfaixa-te dos elos retentivos com a retaguarda, sempre que te sintas atado, recordando que a vida prossegue, e toda vinculação com os caprichos humanos representa sofrimento em programação. 
 Todos os momentos que passam, podem ser considerados adeuses. Assim, avança para o amanhã, libertando-te, para alcançares o triunfo da tua imortalidade. 

Pelo Espírito JOANNA DE ÂNGELIS 
Psicografia: Divaldo Pereira Franco

Espíritos esclarecidos e evangelizados...